Relatos de uma Au pair na Alemanha

Assista a pequena reportagem Porträt, sobre a brasileira Tatiane Radiz. Ela conta um pouco sobre a  trajetória nas terras germânicas, a convivência como Au pair em uma família alemã, os desafios culturais, o aprendizado em alemão e ainda dá algumas dicas para aqueles que desejam realizar o intercâmbio de Au pair. 🙂 Confira!

Tatiane Radiz é uma brasileira de Santa Catarina, ela faz parte da quinta geração dos imigrantes alemães no Brasil. Desde sua infância Tatiane é acostumada a ouvir o alemão falado pelos seus avós, porém, Tatiane relata que o idioma trazido pelos imigrantes da Alemanha tornou-se com o tempo um novo idioma, uma mistura do alemão e do português. Na região de Pomerode, no sul do Brasil, a mistura cultural se reflete, tanto na culinária, na forma de vida, nos supermercados, nas placas expostas em alemão e português, e nas palavras e verbos reinventados com a mistura de português e alemão. “O alemão regional é bem diferente do alemão na Alemanha, este foi um dos motivos que me levou a fazer um intercâmbio de Au pair na Alemanha para conhecer na íntegra a cultura alemã que faz parte da minha família e aprender o verdadeiro idioma alemão”, esclarece Tatiane.

A imigração alemã no Brasil aconteceu durante os séculos XIX e XX em várias regiões do Brasil. O idioma alemão e seus diversos dialetos eram falados entre os alemães e seus descendentes no Brasil. Mas durante a década de 1930, durante a campanha de nacionalização imposta por Getúlio Vargas, o idioma alemão foi sendo substituído pelo português, mas ainda assim,  o idioma alemão fincou raízes nas terras brasileiras, um dos motivos, é que na época da imigração  alguns professores da Alemanha foram levados para o Brasil para educar os filhos dos colonos, o outro motivo seria o desejo dos antigos imigrantes em preservar a cultura alemã no Brasil para as próximas gerações e revitalizar os valores entre duas culturas.

Informações sobre o Au pair, clique aqui.

Minha experiência como Au pair.

Video da DW sobre “Descendentes de imigrantes misturam alemão e português“.

Anúncios

4 comentários

  1. Que legal! Ótima publicação. Irei conhecer a Alemanha em jan. Mas vou p/ passear mesmo. Alguém pode me indicar um bom seguro viagem? Abç.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s